Podcast Aprendedores

A história de uma menina que tinha medo da chuva...

Quando uma criança tem medo, este medo é real. E eu sabia disto muito bem.
Às vezes temos a mania de julgar o comportamento das crianças como se fossem adultas. A causa do medo pode ser simples, o que não torna a emoção simples de lidar.


Vou contar uma história de uma menina que tinha medo da chuva e como ele foi superado:

No início do ano eu estava conhecendo os alunos. Eles tinham 7 ou 8 anos. Todos espertos, curiosos e muito inteligentes.

Lelê* me chamou a atenção justamente por estes atributos. Ela era ativa, sabia argumentar, extremamente carinhosa e seu desenvolvimento me impressionava.

Até que um dia... veio a chuva.

Ela desmoronou. Ficou em pânico e queria desesperadamente ir para casa.

Fiquei confusa, tentando entender e descobrir o que fazer com a situação. Eu não sabia ajudar. Me senti impotente.

Assim aconteceu por alguns outros dias de chuva. Ela sempre queria ir com urgência para casa.

A turma toda tentava ajudar, mas às vezes até atrapalhava. Quando o tempo fechava, antes mesmo que ela percebesse, alguém já estava ansioso em seu lugar. Eles sentiam a dor dela. Eu sentia...

Pesquisei coisas, busquei estratégias, e quanto mais eu tentava amenizar, mais ela se desesperava.

Eu estava errada. Estava o tempo todo vendo com meus olhos. Eu precisava ver com os olhos dela. Compreender como o processo acontecia.

Perguntei um dia em um momento tranquilo, o que ela fazia em casa quando chovia e como se sentia ao ir para casa.

Ela me disse: "Tenho um esconderijo!"

Naquele momento ela me deu a luz! Imediatamente tive a ideia que mudaria toda a situação.

No canto da minha mesa, próximo à parede, criamos o "novo esconderijo".

A turma toda ajudou. Queríamos garantir que a qualquer sinal de medo ela se sentiria segura ali no seu novo esconderijo. É impressionante como as crianças são criativas e ficam tão engajadas na solução de um desafio coletivo. E isto realmente passou a ser um desafio nosso!

No primeiro dia de chuva, confesso que fiquei apreensiva. Não sabia se ia realmente funcionar.

Na primeira trovoada, ela correu para lá. Estava pálida e muito assustada.

Uma colega se ofereceu para ficar lá com ela segurando sua mão. Conseguimos! Ela aguentou firme e nós aguentamos firme com ela.
A mãe logo apareceu como de costume para busca-la, mas ela não quis ir. Esperou terminar a aula e neste meio tempo a chuva passou.

Nas vezes seguintes, lá mesmo do seu "esconderijo" ela participava normalmente da aula e ia adquirindo confiança. Todos a apoiavam.

Um dia, às 5 da tarde, quase no final da aula, começou a chover de repente. Me lembro com clareza deste dia tão especial.

Ela ignorou a chuva e continuou o que estava fazendo. As crianças estranharam e logo perguntaram : " Você não vai pro esconderijo?"

Ela disse a coisa mais linda que poderíamos ouvir naquele dia: " Não preciso! Não tenho mais medo!!"

Ela ganhou o maior abraço coletivo e fez todo mundo chorar....

Aprendemos com esta situação, coisas muito valiosas. Coisas que vão muito além de conteúdos escolares. Aprendemos a empatia. Aprendemos a união, a amizade e o respeito.

No meio do ano ela se mudou para outra cidade. Volta e meia aparecia por lá para nos visitar com um pacote de bombons. Volta e meia falávamos dela como se ela estivesse sempre lá....

E esta é a história da menina que perdeu o medo da chuva.

Débora Aquino- Educação Criativa


https://www.instagram.com/deboraaquino.educacaocriativa/

instagram @deh_aquino_atelie